3 Fábricas automotivas que precisaram pausar produção no Brasil em 2021

Desde o início da pandemia o Brasil vem enfrentando tempos difíceis. Logo no ano de 2020 com os casos aumentando e o número de mortes acompanhando o aumento algumas fabricas e empresas começaram a parar suas atividades para evitar o avanço do vírus e algumas nem chegaram a retornarem. Algumas das empresas que tomaram essa decisão foram a Toyota, Honda, Volkswagen, Ford, Fiat e entre outras empresas que resolveram dar férias coletivas aos seus funcionários.

Pausa nas atividades produtivas, falta de materiais e equipamentos, atraso nas entregas e ainda a situação econômica e social do Brasil fez com que desencadeasse grandes consequências ao setor automobilístico durante esse período, como foi o caso do anúncio feito pela Ford, que anunciou o fim de sua produção de veículos do país e o fechamento de suas fabricas, que são a de Camaçari (BA), Taubaté (SP) e Horizonte (CE). Esse fechamento da Ford trará grandes prejuízos ao país, principalmente devido aos funcionários que acabaram perdendo seus empregos.

As paralisações das atividades aconteceram logo no início da pandemia quando os casos começaram a estourar, mas no ano de 2021 alguns casos de paralização nas montadoras começaram a serem anunciados, como é o caso da Volkswagen, General Motors e Renault. A montadora do Renault Captur 2022 e Renault Zoe 2022 assim como as demais marcas a paralização se da devido a escassez de chips.

A falta de componentes que são essenciais para o funcionamento de diversos sistemas de veículos tem afetado todas as indústrias automobilísticas, não se restringindo apenas ao Brasil. alguns exemplos disso são a General Motors não fabricar os seus campeões de vendas (Chevrolet Onix e Onix Plus) desde março passado, a Fiat que promoveu a parada de alguns turnos de produção em sua fábrica em Betim e a Honda que também teve que interromper as suas atividades de produção no Brasil.

Essa situação não é uma situação fácil e pode trazer consequências mais desagradáveis ainda pois as dificuldades encontradas para seu funcionamento e logo depois um retorno não muito bom pode provocar decisões como a da Ford.

O país vem se reerguendo aos poucos dos efeitos que a pandemia causou, mas ainda a passos lentos. A visão do futuro não é tão agradável a muitas pessoas e economistas anunciam um futuro bastante incerto. Esperasse que o número de desempregados não aumente mais, que os preços diminuam e que a pandemia continue regredindo para a vida ir voltando ao normal e a situação volte a melhorar.

As dívidas do início do ano estão chegando! Saiba como organizar as finanças

Todo início de ano é um sufoco para milhares de pessoas espalhadas pelo mundo. Em janeiro grandes dividas surgem e com elas muitas vezes o descontrole financeiro. Matrícula e material escolar dos filhos, IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículo Automotor), IPTU 2022 (Imposto Predial Territorial Urbano), dívidas feitas nas festas de dezembro, viagens de férias e algumas outras contas começam a bater na porta e fica bastante difícil manter as finanças organizadas.

Pensando nisso e na dificuldade de inúmeras pessoas enfrentam com isso separamos algumas dicas fundamentais para você saber como se organizar financeiramente e não sofrer mais com as contas do início do ano.

Faça um bom planejamento

É extremamente importante ter um planejamento financeiro. Ele impede que você seja surpreendido por contas inesperadas e acabe se descontrolando financeiramente, transformando tudo em uma bola de neve, por isso, coloque no papel todos os gastos fixos e os que surgem no começo do ano para ter um melhor acompanhamento e noção deles.

Gerencie suas dívidas

É necessário contabilizar tudo o que é gasto durante o mês e quanto é recebido. Fazendo as contas é necessário escolher como será feito o pagamento, se será parcelado, a vista, se irá pagar com o decimo terceiro ou qualquer outra forma que se encaixe no seu orçamento.

Caso não seja possível pagar todas as contas que são para o início do ano saiba priorizar as contas. Dê preferência a pagar as contas com a data de vencimento mais próxima e as que cobram uma maior taxa de juros, como é o caso dos cartões de crédito e cheques especiais. As contas que surgem no primeiro mês do ano, como o IPTU Brasília 2022 e dos demais estados do Brasil, também devem ser analisadas nessa priorização e as contas fixas como água, luz e internet.

Atenção ao orçamento

Tenha noção de todas as suas obrigações financeiras, isso é importantíssimo. Evite gastos desnecessários, eles desviam boa parte do orçamento e conseguem descontrolar as finanças de uma forma inimaginável.

Possua uma reserva de emergência

É recomendado que se possível você faça uma reserva de emergência, com o passar de os meses ir depositando uma certa quantia para que no início do ano caso o dinheiro em mãos não seja suficiente você tenha de onde tirar e não passar sufoco com as contas.

Ter uma educação financeira é uma dificuldade para inúmeras pessoas que vivem enfrentando dificuldades com o dinheiro por gastar mais do que possuem e por não conseguirem manter as contas em dia, então essas dicas surgem para tentar ajudar e amenizar as dificuldades que as dívidas do início do ano trazem.

Dicas de Marketing para pequenos negócios locais

Atualmente o marketing vem se popularizando de uma forma jamais vista antes e isso se da principalmente devido ao surgimento de pequenos negócios locais que utilizam de conceitos e estratégias de marketing para alavancarem seus negócios e aumentarem assim seus clientes e consecutivamente suas vendas.

O marketing é uma excelente ferramenta de venda pois possibilita ter uma maior noção sobre o mercado e as tendências de vendas. Através dele também é possível ter uma noção sobre onde seus clientes estão e como chegar até eles de forma assertiva para obter resultados. Com o marketing pequenos e grandes empreendedores criam personas, estratégias de vendas, comunicação e entre outros pontos que são essenciais na hora de abrir um negócio.

Dicas de marketing fundamentais para pequenos empreendedores

Defina seu publico alvo ou persona

Antes de mais nada é necessário você definir quem será seu publico alvo, para quem você vai vender. Algumas pessoas vão ainda mais longe e definem a sua persona, onde criam um “cliente ideal” com gostos, necessidades, hábitos e entre outras coisas para assim saberem como melhor atendê-la e se comunicar com ela. Segundo o marketing 4.0 o cliente é o centro de tudo e todas as ações devem ser feitas a partir dele, então é extremamente necessário ter a definição do seu cliente bem elaborada.

Estabeleça uma boa comunicação com seus clientes

A comunicação com seus clientes é muito importante e anda diretamente ligada com o passo anterior, que é o de definição de persona. A partir da sua persona você vai saber qual a linguagem que seus clientes falam e onde eles estão inseridos, se estão mais no presencial ou no online, sua faixa etária, sexo e entre outros dados que influenciam e muito na comunicação.

Atualmente o meio digital vem sendo um excelente aliado para pequenos negócios pois a partir dele os empreendedores conseguem atingir um número maior de público e se comunicar de uma forma mais próxima e acessível.

Ofereça bons produtos e serviços

Com o seu publico bem definido, uma comunicação assertiva e próxima agora é a hora de trabalhar no produto ou serviço oferecido. Nesse ponto você deve analisar se o que você está vendendo faz realmente sentido para o seu publico e para você, se ele atende as necessidades do mercado, se o seu valor é adequado e se você esta precificando corretamente. Nessa ponto também é possível verificar a possibilidade de abrir promoções e descontos para seus clientes que atualmente é utilizado para fidelizar.